terça-feira, 11 de dezembro de 2012

O PRAZER É TODO NOSSO


QUERO SABOREAR EM SEU CORPO O SEU GOSTO
SENTIR O MOLHAR, O QUERER, O CRESCER
ROÇAR OS MEUS DENTES, LAMBER TODO SEU POSTO
REDESCOBRIR, REINVENTAR, RECONHECER

ASSOPRAR SUA PELE E DEIXÁ-LA ARREPIADA
FAZER LATEJAR EM SE CORPO SEUS PRAZERES
VER SEUS OLHOS FECHAR, SENTI-ME DESEJADA
DESPEJAR UM CARINHO SEM PRESSA EM FAZÊ-LOS

APROXIMAR DE SUA BOCA, MORDICAR SEUS LÁBIOS
SENTIR A MACIEZ DE SUA LÍNGUA MOLHADA
ENTREGAR-ME AO SEU RITMO DE ENTRAR EM ENSAIOS
FICA DENTRO, SAI DEVAGAR FICO PARADA

NA SINTONIA DE DOIS CORPOS QUE SE AMAM
ACELERAMOS NOSSO RITMO, QUENTE, INTENSO, NOSSO...

Li Oliver