quinta-feira, 20 de setembro de 2012

Sonho...




Numa noite tão só
Com meu corpo febril
Querendo ser tua
Num ato gentil
Banhada pela lua

Sonhava com o beijo
Que em mim fora dado
Que começara no queijo
E pelo corpo fora espalhado
Num desejo de um amor feito

Amantes perdidos
Um no outro sem cansaço
Totalmente enlouquecidos
Sentia seu falo pulsante
Navegando em meu rio

Nesse louco duelo
Nenhum de nós fora vencido
Um doce mistério
De um amor vivido
Em nossa cama, rendidos...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário...